A Ninfeta Inesquecível

A Ninfeta Inesquecível
A Ninfeta Inesquecível:
Continuou os movimentos e aos poucos foi aumentando a velocidade, tentei me levantar p bjar é ela me empurrou, entendi q aquele era o seu momento de prazer, q eu era ali só um objeto, ela subia e descia, rebolava, as vezes subia devagar e sentava com força, a visão da sua bctinha me deixou babando, ela ficou uma meia hora nessa, quando começou a se masturbar, rebolando bem gostoso, abaixou a cabeça e gemia baixinho, as vezes rebolava macio e começou a tremer, sabia q estava gozando, sua bctinha ficou esfregando e melando minha barriga toda.

A Ninfeta Inesquecível

Bom pessoal, voltei, sei q já faz algum tempo q estou ausente, como todos os meus leitores sabem, meus contos são REAIS, por isso, as vezes pode demorar um pouco, o relato de hj, é sobre uma ninfeta maravilhosa q conheci, entrei em um grupo de adolescentes no zap, mandaram o link e eu entrei, puxei conversa com algumas meninas, só q quando eu falava a idade elas não me davam muita bola.

Teve uma q retribui a atenção por q era mais madura, tinha 20 anos na época, fizemos uma excelente amizade, ela estava recém separada do namoradinho q tinha e minha conversa envolvente e sempre elogiosa foi cativando ela, conversamos somente pelo zap por aproximadamente 1 ano, quando ELA disse q não aguentava mais e queria me conhecer, marcamos em um shopping e fomos ver um filme de comédia brasileiro (Uma merda por sinal), eu acho q nunca ri tanto na minha vida (falso né ), ela estava se divertindo muito, só acompanhei, depois fomos comer e conversar no shopping mesmo, a conversa dentro do cinema já tinha evoluído para uns bjos, fui deixar ela em casa e quando chegamos, já convidei ela p ir ao motel comigo por q a pessoa q dividia apartamento com ela não aceitava homens, uma combinação entre elas, foi até melhor pela liberdade q tivemos, chegando lá, fui tomar um banho e ela entrou nua no banheiro, EU QUASE GOZEI ALI MESMO, ela tirou o salto e estava mais baixinha ainda, seios PP, usava sutiã ckm bojo, bucetinha toda raspada e uma bundinha redondinha q enlouqueceria qualquer um, nos bjamos muito, tomamos uma ducha rápida e fomos, eu peguei ela no colo, abri a bunda dela enquanto ela me Bjava, meu pau com mira laser já encaixou na portinha e foi aos poucos forçando a entrada, quando de repente, ela subiu um pouco com o corpo e eu em um movimento de acompanhar, joguei levemente o corpo p trás e ela em um movimento só sentou, NOSSA, ela me agarrou a cabeça e deu um suspiro no meu ouvido, deu p ouvir um estalo quando meu pau entrou, nunca tinha passado por isso, q mulher era aquela, uma baixinha q ela dizia ser rejeitada pelo tamanho era um furacão, meu pau entrou só pela metade, ainda em pé ela começou a rebolar e gemer enquanto meu pau entrava lentamente, explorando ela por dentro, ela não gemia muito com palavras, mas com gemidos altos, agarrada no meu pescoço, minhas pernas já davam um sinal negativo e fomos p a cama, deitei ela q comecei a chupar aquela bctinha q estava encharcada de tesão, chupei por uns 40 minutos, eu pedi q ficasse de 4, ela pensando q eu comeria ela naquela hora se surpreendeu por q eu continuei a chupar ela, minha língua aos poucos foi aumentando a abrangência, foi quando eu lambi seu cu q ela ficou doida, eu percebi q ela se abaixou, colocando a cabeça entre os braços e as mãos dadas agarradas no lençol me oferecendo o cuzinho, afastei a cabeça, dei uma respirada funda e vi q ela estava piscando com o cuzinho de tanta vontade, agora eu já lambia ela da ponta da bctinha, pegava o seu melzinho e lambia até a ponta do cu, q delícia, as vezes ela jogava a bunda p trás, parecendo q queria ser penetrado pela minha língua, ficamos nessa posição mais de meia hora, sempre, é lógico, com a luz acessa, queria gravar todos os momentos daquela foda, eu já estava desconfortável naquela posição, quando eu pedi p ela sentar no meu rosto, nesses momentos de pausa eu recuperei o fôlego e descansei a língua, falei q ela poderia ficar a vontade e fazer o q quisesse, ela sentou me oferecendo o cuzinho de novo, lambi bem enquanto ela esfregava a bctinha no meu nariz em um movimento só , ela botou as mãos na minhas pernas e enfiou as unhas, ela deitou e começou a esfregar seu rosto no meu pau, começou a tremelicar e eu percebi q estava gozando, minha cara toda lambuzada da sua bcta, ela estava suada e ofegante, ela se jogou ao meu lado e eu pude ver sua bctinha brilhando de tão molhada, ben pequenininha e vermelha, não perdi tempo e fui por cima num papai e mamãe maravilhoso, muito bjos e gemidas, abracei ela por trás da cabeça e depositei meu peso em cima dela, mesmo percebendo a sua dificuldade de respirar em alguns momentos ela não me deixava sair daquela posição, apertava os olhos e serrava os dentes, logo após soltava gemidos altos, eu sabia q as vezes ela sentia um pouco de dor por q já fazia alguns meses q estava em abstinência, logo ela começou a tremelicar novamente e me soltou, levantei o tronco e ela agarrou nos lençóis, comecei a socar com muita força suas gemidas estavam me deixando louco e eu comecei a gozar, cada jato q eu dava ela gemia parecendo q me acompanhava, cai por cima dela de novo, ela lambida o meu suor no pescoço e depois no peito quando fui levantar, fiquei ali por cima dela, meu pau ainda dentro ficava flácido e eu com o tronco levemente acima do seu corpo enquanto ela lambia e chupava o meu peito, chupava mesmo como eu fiz nos dela no banho, fiz questão de olhar meu pau saindo, aquela bctinha q estava já bem aberta, quando tirei todo, vi escorrer minha porra de dentro dela, ficamos lado a lado olhando p o teto e rindo a toa por uns 10 minutos, depois ela veio de novo mamar e lamber meus peitos, pedi uma comida e fomos tomar um banho, dei banho nela todinha, q visão incrível, enquando eu lavava a sua bunda maravilhosa fui fazendo carinho no seu cuzinho e ela acenou positivamente com a cabeça, coloquei um dedinho e ela era só sorrisos, me abaixo e quando eu fui botar o segundo dedo ela só apontou o dedo e com a mão parada mexeu o dedo Q não, depois mostrou só 1 dedo, abri a bunda dela e fui enfiando e tirando bem devagar, a sua bctinha estava bem na minha frente e comecei a lamber ela, forçando minha língua no seu clitóris, ela aceitou no começo, mas logo afastou minha cabeça e só deixou eu brincar com o seu cuzinho, vi q a sua bcta estava bem vermelha, deveria estar ardendo aquela altura, enquanto a água caia no seu corpo, eu ajoelhado na sua frente apertava sua bunda e revezava com os suas peitos, meu dedo começou a entrar com bastante facilidade e quanto mais ela relaxava, mais ela rebolava, a comida chegou e tivemos q parar, comemos e rimos um pouco, ela dizia:

– tá faltando coisa ainda, tá faltando coisa ainda.

Eu já estava muito cansado, só não podia demonstrar, logo q comemos eu tomei um azulzinho sem ela perceber, fomos assistir um pouco de TV e ela deitou no meu peito, daqui a pouco começou a bjar, foi indo, foi indo, até chegar no meu pau mole, caído, sem falar nada foi bjando e aos poucos foi engolindo, fazendo movimentos de puxar, em pouco tempo já estava de pau duro, ela se posicionou ao lado da cama com a bunda do meu lado, abriu levemente as pernas e eu vi seu cuzinho, não pensei 2 vezes e com o braço direito eu abri a sua bunda, ela não reclamou e eu enfiei o dedão no seu cu, ficamos ali por alguns minutos, eu vendo TV p distrair daquela mamada deliciosa e não gozar na boca dela, ela levantou a mão sem nem parar de chupar e nem me olhar e levantou 2 dedos, tive q fazer um malabarismo naquela posição p botar 2 dedos, logo depois disso ela deixou meu pau bem cheio de cuspe e veio por cima, de frente pra mim ela foi encaixando seu cuzinho e foi sentando devagarinho, logo já estava dentro, ela fechou os olhos e olhando p cima começou a subir e descer, ora fazia cara de dor e ora mordia os lábios, ela soltou uma frase:

-Q pau grosso da porra

Continuou os movimentos e aos poucos foi aumentando a velocidade, tentei me levantar p bjar é ela me empurrou, entendi q aquele era o seu momento de prazer, q eu era ali só um objeto, ela subia e descia, rebolava, as vezes subia devagar e sentava com força, a visão da sua bctinha me deixou babando, ela ficou uma meia hora nessa, quando começou a se masturbar, rebolando bem gostoso, abaixou a cabeça e gemia baixinho, as vezes rebolava macio e começou a tremer, sabia q estava gozando, sua bctinha ficou esfregando e melando minha barriga toda, já estávamos suados de novo, ela saiu de cima, só q eu não tinha gozado e o azulzinho não deixava ele baixar, pedi q ela ficasse de 4 e fui meter na bcta e ela disse não por q estava arrebentada, como eu gosto é assim, não dei bola p o seu chorinho e já fui metendo, socando muito forte dando estocadas fundas, ela mais gritava de dor do q de prazer, foi quando ela não aguentou mais e pediu p eu gozar no cuzinho dela, voltando a posição de 4 ela abriu a bunda e tomou os cuidados p eu não errar o buraco dessa vez, aos poucos fui esfregando a cabeça e metendo naquela ninfeta deliciosa, eu já estava maluco e depois q entrou tudo em fui aumentando a velocidade agarrei os cabelos dela e puxava com força, até então tinha sido o momento dela, aquele era o meu, virei ela de lado na ponta da cama por q queria ver tudo q ela tava sentindo, as expressões me davam muito mais tesão, quando eu fui gozar, puxei ela pelos cabelos e gozei no seu rostinho todo, ela permaneceu de boca fechada então vi q ali ela não gostava, esfreguei meu pau no seu rosto todo, eu tava apaixonado por aquela ninfeta, saímos mais 2x somente, depois a relação foi se aprofundando e ambos percebemos q tínhamos algumas diferenças de criação e q seríamos incompatíveis em outros aspectos, somos de regiões diferentes do país e essa divergência cultural tbm interferiu.

Esse relato foi talvez o mais longo q eu fiz, quis passar o máximo de detalhes, por Q foi uma Transa deliciosa p os 2 e p vcs, meus leitores mais assíduos poderem passar junto comigo cada momento, não deixem de ler meus outros contos e comentar o q acharam.

Favoritos Download

Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.

  • Hora Hentai

Quadrinhos Pornô - HQ erótico - Hq de Sexo - Quadrinhos Eróticos

O site Quadrinhos Porno foi desenvolvido para você que é apaixonado por conteúdo Hentai de qualidade. Atualizamos diariamente com os melhores e mais atuais quadrinhos eróticos de toda internet brasileira e mundial. Temos categorias como, Ben 10 Hentai, Cartoon Porno, Comics Porno, Futanari Hentai e muito mais. Nossa equipe é especializada em Hentai Brasil, por isso nosso conteúdo é selecionado a dedo para a sua satisfação absoluta.

Não toleramos pornografia infantil! Site proibido para menores de 18 anos.

© 2023 - Quadrinhos Pornô - Todos os direitos reservados.